You used to call me your angel, said I was sent straight down from heaven, you'd hold me close in your arms, I loved the way you felt so strong, I never wanted you to leave, I wanted you to stay here holding me…

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Mini Fic - Sweet Love


Sweet Love
‘’ O que fazer hoje?’’ O belo garoto dono de penetrantes olhos castanhos e uma beleza surreal pensava. Afinal, estava um belo dia hoje. Devem estar pensando que um sol tomava conta de New York, mas não. O clima que dominava era o frio. O vento gélido que fazia com que o belo garoto respirasse fundo. Pessoas normais iam ao cinema ou até o Central Park com a namorada. Mas ele não era um garoto normal. Cansado de pensar, Joseph colocou por cima de sua blusa de lã preta um belo sobretudo que ia até seus joelhos. O frio e a neve no inicio de Dezembro fez com que o garoto enquanto respirasse visse a fumaça de ar saindo de suas narinas e sua própria boca.


O garoto caminhava nas longas ruas de Nova York rumo a seu café preferido. Afinal, o que ele faria hoje? O garoto suspirou quando avistou o lugar que tanto amava, Starbucks Coffee. Ao entrar e se sentar numa mesa afastado de todos, o garoto já se sentia relaxado ao estar no quente ambiente, e o cheiro do chocolate quente que agora predominava o lugar o acalmava. Joseph não era um garoto comum. Ou melhor, um adolescente comum. Ele não gostava de festas e bebidas, o que hoje em dia era o que se via em esquinas. Adolescentes dominados pela bebida. Ao contrário, Joseph era claramente contra. Sua atenção era toda ao chocolate quente com chantilly que tanto amava. Mas sua atenção foi levada a outro lugar. No outro lado do café entrava a bela garota, dona de um sorriso inexplicável. Os longos cabelos negros que iam um pouco acima de sua cintura, sua pele branca pelo frio e seu belo corpo que parecia de porcelana equilibrado num belo salto preto. O riso da garota que estava sendo envolvida pela cintura por um garoto, que, Joseph  pensara ser sortudo por te-la, dominou o lugar.

‘’ E se eu fosse ele?’’ Joseph pensava enquanto fitava a garota que agora sentava numa mesa próxima a dele. ‘’ E se eu fosse um adolescente normal como todos?’’ O belo garoto não se conformava. Sua bebida que antes era impossível tomar agora estava gélida como o tempo lá fora. O garoto alto de olhos claros e cabelos negros no mesmo tom do cabelo da garota agora colocava pequenos marshmallows em sua boca enquanto a mesma sorria.

(...)

Na volta para casa, Joseph não tirava a garota de sua cabeça. Bom, ele já havia namorado, claro. Um menino como ele já namorou, obvio. Mas nunca se apaixonou, e nunca experimentou ou chegou perto de sentir nem que seja um terço daquele sentimento que todos diziam ser mágico. Joseph enfiou a chave na porta e pode sentir o cheiro do bolo de chocolate que sua mãe fazia.

- Joe, querido. Eu estava lê esperando. – Disse sua mãe dando um beijo na testa do filho.

- JOE! – O pequeno irmão de Joe, Frankie, descia correndo as escadas pulando no colo do irmão.

- Oi Frankie, como foi seu dia?

- Legal, ganhei da mamãe no videogame.

- Claro que você ganhou dela, não é Frankie? – Disse Joe despenteando o cabelo do irmão mais novo.

- Sim, sou muito esperto.

- Eu sou mais!

- Eu sou mais e...

- Os dois são espertos! Agora lavem as mãos para lancharem.

- Eba! Bolo de chocolate! – Os olho do menino brilharam  e ele correu para lavar as mãos. Joe foi seguidamente depois do irmão e se sentou ao lado de sua mãe na mesa.

- Mãe, o que é estar apaixonado?

- Você está?

- Não sei, mas eu meio que, conheci uma garota. Mas eu não sei o nome dela e hoje eu a vi pela primeira vez.

- Hum... Então foi amor a primeira vista? – Dizia a Sra. Jonas com os olhos brilhando. Joe e Frankie eram filhos de ouro, e Joseph com certeza era um exemplo para o irmão mais novo que ele tanto amava.

- Eu não sei. Nunca senti nada parecido.

- Mas meu filho, o amor é isso. Um sentimento inexplicável. É quando você olha para a pessoa e sabe que ela será sua, ou que vocês irão ficar juntos. E quando você a ama mais do que qualquer coisa nessa vida, você se arriscaria para salvá-la, faria de tudo para vê-la feliz e não viveria sem ela. Bom, praticamente isso. É tão complicado explicar isso para um filho, ainda mas um filho como você. Joe, você é um filho que toda mãe gostaria de ter. Me sinto honrada por ter você e Frankie. Seu pai estaria muito orgulhoso se estivesse conosco, e essa menina por quem você acha estar apaixonado será muito boba se rejeitar você. Que será um brilhante marido, pai, uma pessoa especial como você é hoje.

- Obrigada mãe.  Eu te amo.

- Eu também querido.

- CHEGUEI, CADÊ O BOLO? – Joe e sua mãe riram da atitude do pequeno Jonas.

(...)

- Vou no Starbucks mãe. – Dizia Joe colocando seu sobretudo

- Leve Frankie querido.
- Está bem, mãe.

Joseph tinha um amor enorme por seu irmão. Quando chegaram na cafeteria, Joe se sentou com Frankie numa mesa, e ele viu ela. A garota que tirava seu sono. Ela que vestia um sobretudo azul claro, juntamente a uma fina meia calça cor de pele e uma bota de salto até seu joelho passou pela mesa de Joseph. Chocolate e menta. Esse era o cheiro da garota. Frankie como era muito simpático, quando a garota passou ele disse um claro ‘’ oi ‘’. A garota se virou e seus olhos encontraram os de Joseph, que logo depois se seguiu ate Frankie que sorria abertamente.

- Oi. Qual seu nome lindinho? – A garota se abaixava em frente a Frankie enquanto Joe cada vez meu se encantava pela garota. Sua voz... Uma música para ele.

- Pode me chamar de Frankie. E o seu?

- Demetria, mas pode me chamar de Demi.

- Demi, meu irmão te acha bonita – Disse Frankie sussurrando para Demi, que corou junto a Joe.

- Bom... Acho que isso é bom. Não é mesmo? – Joseph ficou mudo e apenas sorriu torto.

- É sim! – Disse o pequeno Frankie sorrindo – Sente com a gente Demi.

- Oh meu anjinho, eu não posso. Estou acompanhada. Mas olha, eu prometo para você que ainda vamos no encontrar e eu pago um chocolate quente para você. Pode ser? – Demi falou enquanto dava um beijinho no nariz do pequeno.

- Pode! – Frankie depositou um beijo em sua bochecha.

- Bom, agora eu preciso ir. Até mais Frankie e... – Falou dando continuidade para o garoto se apresentar.

- Joseph. Joe se preferir.

- Ok. Até mais Joe e Frankie. Adorei conhece-los. – Demi depositou outro beijo em Frankie, agora em sua bochecha e fez o mesmo em Joe. A garota se levantou e foi andando até o outro canto da cafeteria. Se virando no meio do caminho mordendo o lábio anterior e acenando elegantemente.

- Por que fez isso Franklin Jonas? – Disse Joseph num sussurro mas irritado.

- Você gosta dela, irmão.

- Como você sabe disso?

- Não sou lesado Joe, posso ser pequeno. Mas não sou burro.

- Já disse que você é burro? Não. Agora nunca mais repita uma coisa dessas.

Joseph e Frankie assim que terminaram de tomar seus respectivos chocolates quentes saíram do local enfrentando o frio e a neve. Quando chegaram em casa, Frankie tirou seu casaco e o colocou em cima do sofá.

(...)

Como sempre, estava frio em NY. Mas nada que impedisse Joe de sair de casa. E bom, hoje o garoto resolveu mudar seu rumo. Foi até o Central  Park. Onde haviam crianças fazendo bonecos de neve, ou escorregando na mesma. Com seu livro preferido em suas mãos, o garoto se sentou em um dos bancos e começou a lê-lo.

- Estas alegrias violentas têm fins violentos. Falecendo no triunfo, como fogo e pólvora; Que num beijo se consomem.- O garoto ao escutar a citação de seu livro preferido saindo da boca da garota por quem estava apaixonado fez com que o mesmo a fitasse. Dando de cara com ela sorrindo docemente. – Olá Joe.
- Oi. – O mesmo disse sorrindo para a garota.
- Romeu e Julieta – Sua amada disse fitando o livro em sua mão com seu lindo sorriso ainda estampado em seu rosto. – Raro ver um menino no mundo de hoje lendo Shakespeare.
- Vejamos então que o mundo ainda não está totalmente perdido – Disse Joe dando seu maior sorriso.
- Claro que não está. E você é uma prova concreta disso, Joe. – O garoto estremeceu ao escutar a voz da doce menina pronunciando seu nome.
- Ainda lembra meu nome?
- Por que não lembraria?
- Eu não sei.
- Está bem... Mas então. Porque não foi ao Starbucks hoje?
- Eu não sei. Pela primeira vez não tive vontade de ir até lá. E você?
- Também. Amo aquele lugar. Vou sempre.
-Eu sei. Junto ao seu namorado.
- Como? Namorado? Não. Ele é meu irmão. – Quando ela disse irmão Joseph sentiu seu corpo se arrepiar por completo.
- Mas... Vocês pareciam estar apaixonados.
- Joe? Você acredita em amor a primeira vista? - Disse a garota mudando de assunto.
- Sim e você?
- Faço de suas palavras as minhas.
- Se eu dissesse que te amo você acreditaria? Você poderia um dia sentir o mesmo? – Disse a menina fitando o garoto.
- Perto do que sinto hoje por você, o amor de Romeu E Julieta seria apenas um flerte. – Disse Joseph pegando na mão de sua amada.
- O amo tanto que posso transformar o amor que Romeu sentiu por Julieta em apenas um fragmento.
- Assim como Romeu e Julieta nosso amor vai além dos limites. – Joseph fitou os lábios rosados de Demetria, e calmamente, passou a mão por sua nuca e a outra sobre seu rosto. Fazendo a menina fechar os olhos com seu doce e gentil toque.
- Você é minha vida agora. – Dizia a garota na mesma posição com seus olhos fechados. Um sentindo a tremula respiração do outro.
- Você é… bem, você não é exatamente o amor da minha vida, porque eu espero te amar por muito mais tempo que isso. O amor da minha existência
 E assim, o pequeno espaço entre os dois agora não existia mais. Enquanto os dois se beijavam com a maior calma existente. Afinal, para que pressa? Eles estariam juntos de hoje em diante. Para sempre.

**********************************************************
Bom meninas, quando eu escrevi essa mini fic eu estava BEM espirada. Eu tinha acabado de ler Crepúsculo e eu amo a saga toda. Só para deixar avisado, rs. Mas enfim... Ela ficou diferente, usei citações de Romeu E Julieta e também usei citações de Crepúsculo. Mas isso não vem ao caso. Eu espero mesmo que vocês tenham gostado, quero a opinião sincera de vocês, pois escrevi ela de uma forma totalmente diferente. Agora mudando de assunto, eu concordo com Demi e Joe na história por acreditarem em amor a primeira vista. Afinal, foi o que senti quando vi Joe pela primeira vez na tela da TV.
XoXo 

12 comentários:

  1. AAAAAAAAAH OMG eu amei*-*
    Que lindo, fofo, MARAVILHOSO, DIVINO, enfim PERFEITO, como sempre.
    AH, eu amo suas histórias, são tão perfeitas...
    Beijos diva ~

    ResponderExcluir
  2. ameiii perfeita fivou maravilhosaaa parabens
    quando você vai postar a proxima Fic ?
    bjosssss

    ResponderExcluir
  3. Ai que lindo *_*, sua mini-fic está divina *_*, eu também quando leio crepúsculo fico super inspirada, acho que posso ler essa saga sempre e nunca vou enjoar, simplismente amo e tanbém amo Tia Steph, sua fic ficou muito bonita mesmo, ou melhor perfeita.

    ResponderExcluir
  4. OMG, essa é a melhor mini fic que eu já li em toda minha vida. Estou quase chorando aqui, aww você já leu? eu já li os quatro (crepusculo, lua nova, eclipse e amanhecer) aaah, se você olhar meus livros, as páginas são todas dobradas na pontas haha a cada frase que o Edward dizia pra Bella que era liiinda e que eu sabia que iria guardar comigo pra sempre eu marcava awwwn eu AMO livros românticos, enfim. Eu amo coisas românticas e fora do normal. Por isso eu gosto da Saga Crepúsculo.. Harry Potter (nem é romântico mais ok kk), Piratas do caribe, CAMP ROCK ♥ haha aaaaaaaah. Se eu for falar todos os filmes que eu gosto fico aqui o dia todo.
    Está perfeita, séério. To toda arrepiada. O-M-G EU AMO AAH EU JÁ LI ROMEU E JULIETA TAMBÉM. OMG CHORO SÓ DE LEMBRAR ALGUMAS FRASES. AAH..
    Eu aaaaaaaaaaaaaaaamo isso, Como é mesmo que o Edward fala no filme? Deixa eu me lembrar..
    Humm.. Aqui quero fixar meu eterno repoouso, e desta carnne lassa do mundo sacudir o jugo das estrelas funestas....... Olhos verdes mais uma vez, braços permiti-los o ultimo abraço, e lábios vos que sois a porta do hálito com um beijo legítimo selai este o contrato com a morte exorbitante... AAAAAH, falei certo? KK Omg, to até chorando só de escrever isso.
    Bomm, enfim. É a mini fic mais perfeita que eu já li como eu já disse, sério. Dessa vez você arrasooooou, seria melhor ainda se fosse uma fic de verdaaaade, OMG, ai eu morria de vez hahaha
    AMEI! Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. MiniFic PERFEITA! AAAH POSTA MAIS DESSAS MULHEEEEEER *-*

    ResponderExcluir
  6. amr *-*

    tá lindo <3

    posta looogoo s2

    e faz um favorzinho pra miim?
    *O*

    divulga?

    www.jeminlove.blogspot.com

    obrigaadaa

    bjoos :*

    ResponderExcluir
  7. [aaaaaaaaaaaaaaaa]
    muuuuuuuito perfeita *-*
    adoro tudo que voc escrevr =)
    Posso te perguntar uma coisa ?
    como coloca esse negocio de engraçado ( ) perfeito ( ) ?
    se for mt complicado nao precisa !
    beijos flor ;*

    ResponderExcluir
  8. AMOREEEEEEEE, GANHASSE UM SELINHO MEU, VÊ LÁ!
    http://natinhabelieber.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. vc ganhou um selinho do meu blog > http://jemiyouremyfavoritesong.blogspot.com/2011/06/selinho-divulgacao.html

    ResponderExcluir
  10. voce ganhou um selinho http://shutuploveme-jemi.blogspot.com/2011/06/selinho.html

    ResponderExcluir
  11. amoor, vc ganhou selinhos *-*

    http://jeminlove.blogspot.com/2011/06/selinhos.html

    ah, e sua fic está MARAVILHOSAAAA!!

    posta logooooo

    bjos <3

    ResponderExcluir
  12. Tá muito lindo !

    Faz um favor ? Divulga *-*

    http://jemiforever-fics.blogspot.com Beijemi

    ResponderExcluir